ÚLTIMAS DICAS
  27.04.2017
8 dúvidas comuns em relação ao trabalho do arquiteto paisagista
  02.03.2017
@casaverdegardencenter
  24.02.2017
Fique informado sobre nosso horário de trabalho neste Carnaval
  01.10.2015
Plantas ornamentais para interiores - Não há quem resista a ter uma planta dentro de casa ou no local de trabalho.
  30.11.2012
Cuidados com a Grama preta
  01.09.2010
Mesmo em apartamentos é possível se ter um espaço agradável com plantas
  05.06.2010
Dar e receber flores de presente é uma delícia! Elas transmitem carinho, delicadeza e trazem alegria com suas cores e perfumes!
  10.12.2009
Conheça as verdades e o mitos sobre este assunto
  11.08.2009
Ferramentas: peças importantes na jardinagem
  19.06.2009
Indispensáveis em um jardim tropical as palmeiras quase sempre acabam roubando a cena. Elas são lindas, resistentes e de fácil manutenção.
  28.04.2009
Atenção ao escolher algumas espécies que podem ser venenosas
  02.04.2009
Outono, época de cuidados especiais com os jardins
  11.03.2009
Uma espinhenta paixão!
  29.12.2008
Escolha certo agora para facilitar depois!
  21.10.2008
Além de serem lindas plantinhas, elas deixam o ambiente perfumado, decorando e dando um toque especial a suas receitas.
  22.09.2008
Prepare seu jardim para a agradável visita dos pássaros
  20.08.2008
As trepadeiras são belas e enfeitam não só casas e sítios, mas também apartamentos onde podem sim, serem cultivadas.
  20.08.2008
Quem não gosta de ter em casa um vaso com violetas?
  30.07.2008
Inverno: cuidados com plantas, jardins e gramados...
DICA

Inverno: cuidados com plantas, jardins e gramados

A chegada do inverno traz a preocupação com as plantas de jardim. Nesta época do ano, a vegetação tropical é a que mais sente as diferenças climáticas e a falta de sol, o que resulta em um aspecto queimado nas folhagens, indicando falta de vigor. As mudanças constantes de temperatura provocadas pelo inverno afetam mais ainda as plantas tipicamente tropicais – as de folhas mais largas, como palmeiras, bananeiras e lírios – e os gramados. Porém, existem plantas que florescem o ano todo ou somente nesta época, e mantêm o jardim lindo. A baixa luminosidade incidente nos dias mais frios altera os hábitos das plantas, que entram em estado de dormência, perdem o vigor e a cor vibrante. Algumas plantas queimam por causa da oscilação de temperatura e as folhas das árvores também caem. Mesmo assim, tendo alguns cuidados, as plantas dos jardins e dos vasos podem resistir bem aos efeitos do frio, chegando bonitas e saudáveis na primavera.
Anote algumas sugestões para manter suas plantas vigorosas:

Adubações: são recomendadas apenas para as plantas que se desenvolvem e florescem no inverno.

Podas: Podem ser feitas podas de limpeza, retirando as folhas mortas. Deve-se evitar a poda generalizada em lugares muito frios. Árvores, arbustos e cercas-vivas podem ser podados neste período, porém não devem estar florindo. Em julho e agosto, as roseiras devem ser podadas e adubadas com adubo orgânico. É a chamada poda anual das roseiras. Mas atenção: o corte deve ser feito em diagonal, sempre 1 cm acima da gema mais próxima.

Transplantes: a época também é boa para transplanta trepadeiras, arbustos e árvores que estiverem em seu período de dormência;

Limpeza dos gramados - retirada as ervas daninhas, de preferência manualmente para que sejam extirpadas as raízes. Depois disso, a grama pode ser aparada.

Aeração - após aparar, retire os restos da grama cortada com um ancinho, isso vai melhorar a aeração e a luminosidade, além de diminuir a temperatura e umidade junto à grama, fatores que facilitam o surgimento de doenças. Para aumentar a circulação de ar entre as raízes da grama faça perfurações finas e profundas no solo. É preciso, entretanto, tomar cuidado para não perfurar e danificar demais as folhas.

Cobertura - em regiões onde o inverno não é muito rigoroso, costuma-se dispensar a cobertura do gramado. Entretanto a prática não é indicada apenas como proteção contra o frio e geadas. A cobertura com turfa incorpora ao solo alguns nutrientes. Vale dizer que não é preciso "soterrar" a grama: uma fina camada de é suficiente para cumprir a função. Após a cobertura, regue o gramado para ajudar a incorporar a turfa.